A importância da percepção de negócios para um CIO

Npo Sistemas
TI Profissional

Todo CIO tem responsabilidade direta na percepção de negócios da empresa para colaborar, efetivamente, nos resultados dessa. Assim, esse profissional não é apenas um interlocutor entre a área de TI – Tecnologia da Informação – e a alta cúpula da empresa, é também um gerador de valores.

A sigla CIO, do inglês Chief Information Officer, que traduzido significa Chefe da Tecnologia da Informação, é a pessoa responsável por toda a área de TI de uma empresa. Muito mais do que estabelecer a comunicação entre a área de TI e a diretoria da empresa, ele precisa conhecer o segmento de negócio que sua corporação está envolvida. E, assim, buscar alternativas tecnológicas para o seu sucesso.

Ficou interessado em entender a importância desse profissional na percepção de negócios de uma empresa? Então, continue lendo nosso post e saiba como isso é possível e por quais motivos é necessário!

O olhar e a percepção de negócios do CIO

O CIO é o profissional que está todo o tempo analisando e avaliando as mais diversas formas de implantar melhorias aos processos e produtos de uma empresa. Com um olhar aberto a todas as novidades e segmentos, esse profissional, normalmente, tem um perfil curioso e gosta de entender o funcionamento de tudo. A passeio ou a trabalho, as novidades chamam a atenção e os pensamentos viajam quando algo interessante é percebido por ele.

Na entrevista de André Souza, CIO do Grupo FCA Latam, fica claro que esse profissional precisa estar atento o tempo inteiro a todas as tecnologias, novidades, formas e estratégias que as demais organizações, de qualquer segmento, oferecem ao público delas.

É obrigação desse profissional avaliar se os modelos implementados por outras empresas, que chamam a atenção e fazem sentido no contexto empresarial, de algum modo poderiam ser utilizados no negócio em que ele está envolvido.

A dupla função do CIO

Segundo André Souza, existe uma dupla função que precisa ser exercida pelo CIO. A primeira é a capacidade de comunicar-se com a equipe de TI para conseguir mostrar onde a empresa deseja chegar. Ademais, como fará isso e o que se pensa em desenvolver como inovação. Portanto, esse profissional precisa ter uma formação técnica para poder, em linguagem própria da área de TI, mostrar o que se pretende e como isso pode ser incorporado aos processos, produtos e serviços da corporação.

Por outro lado, o CIO também é o responsável em ouvir, analisar e apresentar as possibilidades técnicas na implementação de ideias vindas da diretoria. Nesse momento, a sua comunicação precisa ter um teor voltado aos negócios que é a linguagem que os gestores conhecem e se identificam.

Portanto, o CIO é a ponte entre as decisões da diretoria e a área de TI; essa segunda precisa desenvolver projetos e ações para transformar ideias em produtos ou serviços. Como diz André Souza, o profissional terá grandes dificuldades se não apresentar e aprimorar essas duas aptidões.

O CIO e a atenção com o mercado

Estar à frente de uma função no cargo de CIO, em uma grande corporação como o Grupo FCA Latam, exige muita criatividade. Afinal, a empresa está inserida no segmento automobilístico que disputa o mercado com outros gigantes globais.

O profissional André Souza, em sua entrevista exclusiva para a Npo Sistemas, usa uma frase que demonstra o nível de interação e percepção de negócios que essa função exige no mercado atual: “A TI não é uma ilha e, sim, uma ponte”. A partir disso, é possível observar que o nível de percepção de negócios que esses profissionais precisam ter é muito importante. Eles podem fazer toda a diferença nos resultados financeiros da empresa.

Ainda para André Souza, a tecnologia está atualmente em nossas mãos. Pois, afinal, a maioria das pessoas possui um celular que, nada mais é, do que um computador que pode ser usado para os mais diversos fins.

A tecnologia faz parte efetiva da realidade do ser humano atualmente e essa sociedade exige que os produtos sejam aprimorados e tragam cada vez mais benefícios e facilidades em seu uso. O CIO precisa, portanto, perceber isso e estabelecer alguma forma para que a tecnologia possa ser implantada nos produtos e serviços da empresa. Buscando, dessa maneira, alternativas viáveis e assertivas a esse respeito.

O CIO e a estratégia de negócios

Não há como deixar de fora do planejamento estratégico de toda empresa o profissional ligado à tecnologia. O CIO é o responsável por avaliar as ideias e possibilidades de forma técnica e financeira para que determinada tecnologia possa ser inserida nas soluções da corporação. É preciso trazer a tecnologia para os produtos, mas é preciso tomar cuidado: os custos não podem inviabilizar a operação.

Para isso, são necessários estudos, trabalhos em laboratório e avaliações detalhadas sobre as possibilidades – ou não – de determinado projeto, buscando perspectivas para agregar valor aos produtos da empresa. Portanto, é preciso falar a linguagem empresarial, é necessário um olhar comercial e a percepção de negócios para ter sucesso na função.

Tomar decisões e correr riscos

Como diz André Souza, é preciso tomar decisões, correr riscos e saber dizer não. Essa não é uma tarefa simples e precisa sempre estar alicerçada por informações atualizadas.

A área de TI não para de produzir e as tendências mudam rapidamente, à medida que novas tecnologias são disponibilizadas no mercado. O CIO precisa estar atento a isso, pois uma decisão mal tomada compromete todo um projeto de criação, tanto de produtos como de serviços. O consumidor está atento e valoriza a tecnologia como nunca havia feito até os dias atuais, buscando cada vez mais benefícios, facilidades e inovação. Buscar as tecnologias emergentes para valorizar o negócio da empresa é mais uma das obrigações (e desafios) desse profissional.

Como se percebe, assumir a função de CIO de uma organização exige dedicação, estudos, aprimoramento, profissionalismo, dinâmica, bom relacionamento, disciplina e esforço. Sem a percepção de negócios, o profissional não conseguirá trazer bons resultados para o empreendimento.  Portanto, além de conhecer a área de TI, é necessário empreendedorismo e uma visão de gestão empresarial. Usando as palavras de André Souza: é preciso entregar resultados, superá-los e transformar o negócio.

A Npo Sistemas é uma empresa que pode colaborar com os profissionais da área, em especial com o CIO, oferecendo soluções diferenciadas que agregam e contribuem para a infraestrutura do seu negócio. Isso porque para alinhar TI com percepção de negócios, criando inovação, é necessária uma infraestrutura que apresente qualidade e eficiência.

Acesse nosso site, conheça as soluções oferecidas pela Npo Sistemas e otimize sua empresa!

Deixe seu comentário

Nosso Blog

  • Cases de sucesso

    Teksid do Brasil: SAP on AWS

    25 de maio de 2020

    Saiba como foi o uso da AWS pela Teksid do Brasil para hospedar o novo ambiente SAP Hana. A NPO vinha suportando a Teksid nas demandas de infraestrutura de datacenter e, mediante diretriz de seu CIO, Wellington Coelho, em hospedar o SAP Hana em AWS firmamos a parceria nesse inovador projeto, entregando em tempo recorde. […]

  • Inovação

    Soluções em cloud: a chave para a transformação digital

    20 de fevereiro de 2020

    Agregar todos os serviços e tecnologias oferecidas pelo mercado é uma tarefa praticamente impossível de ser realizada. Dessa maneira, as soluções em cloud são a chave para a transformação digital. Além disso, o número de especialistas e profissionais internos necessários para atender os mais diversos setores da tecnologia em uma empresa tornam a operação inviável […]